quarta-feira, fevereiro 14, 2007

Alone again...

Mais uma noite sozinha, exausta de mim, olhando para o teto e pensando em tudo ao mesmo tempo. Poderia estar com ele do lado, exausta de amor e pensando em nada. Poderia estar só me esforçando em não fechar os olhos, apesar do cansaço, para não perder qualquer movimento da respiração dele, qualquer batida de seu coração, qualquer semi-sorriso que poderia brotar daquela boca que eu tanto precisava. Eu tentei não ficar, tentei não gostar, tentei não amar, mas fiquei, gostei, amei e amo. E espero dias angustiantes para algumas horas de alívio. E o teto segue a noite me mostrando as coisas vividas, como um retro projetor de memórias que eu tento em vão desligar. Fecho os olhos tentando olhar p/ esse coração mau que insiste em fazer as próprias vontades sem ligar se a dona gosta ou não. Tento olhar p/ ele com meu olhar mais duro, mais fuzilante p/ ver se ele consegue entender o que fez e faz comigo. Mas o coração é burro, não sabe entender meu olhar, não sabe pensar no que acontece, só sabe sentir, só sabe bater mais forte quando vê ele, ou sente seu cheiro, ou ouve sua voz. E ele me sorri um sorriso triste como que pedindo desculpa por não ser mais racional e parece não se importar muito com as dores que ele acaba sentindo no final de cada despedida. Então eu desisto de fazê-lo entender, desisto de tentar parar de pensar, desisto de rezar para que a dor passe, porque ela não vai passar e abro os olhos lacrimejantes para continuar a noite toda olhando para o teto.

PS: Acho que estou lendo muito Tati Bernardi =/...

4 comentários:

Nanah* disse...

puts, se ainda conseguiu tempo pra mudar de blog? Se bem, que esse realmente não te dou uma semana, hehehehe.A não ser que vc naum tenha tempo!
se cuida!
Saudades!
Bjus

Ask Me Anything!!! disse...

eu tb tenho passado minhas noites assim. lembrando de vc e pensando em tudo o q eu preciso e quero fazer por nós!

eu ando estranho... parece q não tem mais ninguem aqui dentro, sabe, como se a alma tivesse evaporado!

mas o coração ainda palpita qdo ouve a sua voz... hehehe...
ainda bem!

eu te amo. sempre te amei, sempre vou amar!
=*****

Carlos disse...

Já coloquei teu blog "novo" nos favoritos... Esse seu texto me fez pensar na velha batalha da "razão X emoção"...

=**

Vanessa disse...

Que texto mais lindo... uma delícia de ler. E Tati bernandi é ótima... leu o novo texto "flashback" ? Com um humor maravilhoso... amei demais! Eu me vi naquele texto bilhões de vezes!
bjsss