terça-feira, julho 31, 2007

Coisas

Sabe o que acontece? Nós nunca estamos satisfeitos com o presente. Sempre queremos ser mais velhos quando somos crianças e quando somos jovens queremos ou voltar no tempo ou ser mais velhos ainda, experientes, confiantes, estabilizados. Sem todas essas dúvidas. Sempre achamos que o outro é mais feliz do que a gente e sempre queremos viver uma vida que não a nossa. Mesmo que não ocorra nada de errado, mesmo que não tenhamos problemas de verdade, sempre achamos que o que nos foi escolhido não é bom. Sempre achamos que a nossa fatia do bolo não é grande o suficiente ou gostosa o suficiente. Reclamamos demais, nos acomodamos com a vida de merda que vivemos e não fazemos nada de realmente efetivo para mudar qualquer coisa que seja. E mesmo tendo consciência disso tudo, as coisas sempre continuam iguais.

*********************************************************************************

Normalmente eu não gosto de me sentir indiferente às coisas. Mas sinceramente, dessa vez não estou me importando tanto. Na verdade essa indiferença está me protegendo de possíveis mágoas. Eu definitivamente preciso parar de me envolver com gente estranha que me confunde ou me entristece. Isso vale p/ mais de uma pessoa.


Obs: Eu sou muito idiota!

7 comentários:

' Jaya . disse...

Já diziam por aí: "a grama do vizinho sempre parece mais verde."

Indiferenças são necessárias às vezes.

Um beijo.

Mila disse...

Sabe... às vezes é bom ser indiferente. Ela tem a cor do nada. E, muitas vezes é o que determinadas situações merecem. Nada.

André Luiz Melo disse...

É bom parar pra pensar e "eleger" as coisas que realmente valem a pena se preocupar, que valem a pena perder o sono. Essas aí a gente se dedica e carrega na ponta dos dedos. As outras... xii... quando der a gente cuida ou fica indiferente de uma vez... Se não fizermos isso, enlouquecemos!

André Luiz Melo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
André Luiz Melo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Amanda disse...

A gente nunca tá satisfeto, Amanda, é essa é a grande graça da vida (essa é a minha opinião). É por não estarmos satisfeitos com nossa condição financeira que procuramos um emprego melhor, é por não estarmos satisfeitos com nosso parceiro que procuramos outro que combine mais com a gente, e por aí vai. O problema é quando isso vira uma obssessão...

Um pouco de indiferença não mata ninguém, moça! ;)

Beijo!

Carlos Howes disse...

Acho que você disse tudo agora, amanda. O maior problema do mundo e das pessoas é que nunca estamos satisfeitos com nada. Sempre encontramos algo para lamentar, e nunca damos valor a aquilo que temos.. e alguns só passam a dar valor depois que não tem. Devemos reconhecer mais o que temos de bom, ao inves de reclamar o que não temos.