segunda-feira, julho 09, 2007

No ônibus...

Definitivamente cheguei a conclusão de que todas as pessoas que utilizam ônibus como meio de transporte precisam fazer um regime. Principalmente aquelas senhoras mais humildes que não sabem combinar muito bem a roupa. É um inferno ter que ficar se contorcendo p/ que as pessoas possam passar. Cada uma que passa parece que quer me levar junto. Já não basta ficar em pé, de salto, durante uma longa viagem, ouvindo músicas e conversas desagradáveis, na maioria das vezes passando um calor infernal, e me livrando dos tiozinhos nojentos que gostam de encoxar as mocinhas inocentes ainda tenho que ficar me esforçando p/ deixar as gordinhas com suas 15 sacolas passarem sem cair em cima do colo da pessoa que está sentada na frente, mesmo porque o motorista também não colabora e sai andando absurdamente rápido e fazendo curvas sem o menor cuidado.
Não é nada fácil essa vida de meio de transporte público e parece que está ficando cada vez pior. Alguém, por favor pode colocar mais ônibus, de preferência confortáveis, nas ruas?! Quem sabe os executivos também não largam o carro em casa começam a andar de ônibus também e o trânsito fica menos congestionado e a quantidade de gás carbônico jogado na atmosfera também diminui o que acaba ajudando a "resolver" o problema do aquecimento global e todo mundo fica feliz! Tá vendo como é simples?! Pena que todo mundo complica tanto as coisas. Enquanto isso não acontece, só resta tentar se contentar com o que tem e continuar com as ginásticas dentro do ônibus.

4 comentários:

Maria Renata disse...

É uma desgraça msm, andar de ônibus lotado é praticamente uma aeróbica, tem até barra pra vc se agarrar, hehehe. Odeio. Também falei de ônibus no meu blog! Ah, mudei o layout e já retornei ao antigo. FIque indecisa, e já que não tem tu, vai tu mesmo, né... hehehehe!
Beijos!

Nanah* disse...

Vc me fez lembrar um cometario que o elvis fez no sabado! "qdo a tiazinha desce do ônibus de lado é porque já ta fikando véia!" Ri demais!

Tb acho tudo mto infernal, mas ja me acostumei com isso. Acho que mesmo que tivesse um carro não usaria ele de dia de semana, acho que seria mais caos ainda , mesmo q por um lado seje bem mais confortavel

Bjus!

Carlos Howes disse...

Por aqui a realidade nao é muito diferente. Seus marcadores estão certíssimos, ônibus = caos + inferno.

Nem sei o que me irrita mais, se são as pessoas que não colaboram com a nossa passagem ou se os motoristas que dirigem como se estivessem transportando porcos. Eu tenho que ficar me contorcendo todo dia, e depois da minha cirurgia, nem devia muito,mas é o mal da pobreza.

Acho que deviam remodelar tudo. As linhas de ônibus, as qualidades dos ônibus, as tarifas, tudo. E eu sei que esse é um problema de vááárias cidades.

' Jaya . disse...

Ai, Amanda, eu simplesmente adoro Cazuza. E a vida realmente precisa de uma pitada bem grande de poesia pra dar um colorido diferente, né? O texto foi porque dia 07 fizeram 17 anos de sua ida pra longe da gente.

Pois é, vi que você é de SP, e eu não conheço. Eu tenho Roraima no coração, moro aqui há 10 anos, lugar lindo, muito de natureza e paz pra se viver! x) Mas eu sou baiana, e sou, claro, apaixonada por minha terra, a qual seeempre visito. Rs.

E bom, sobre o post... Nada menos animador como andar de ônibus. Menos ainda se for num dia de calor. Menos ainda nos horário de pico, lotadéeeerrimos! Eu sou magrinha, consigo escapulir aqui e ali. Mas a falta de respeito e educação das pessoas, sinceramente, vem à tona de uma só vez nessa hora, hein? Empurrões, encoxamento. Olha, acho sim que o governo deveria dar uma certa atenção aos transportes coletivos e outro taaanto de coisa. Mas aí eu paro e penso: por que eles fariam isso? Eles não usufruem! Se pra coisas até mais importantes que isso não é dedicada atenção, imagina só se preocupar com tais transportes. É triste que seja assim. O que nos resta eu não sei. Mas vamos seguindo com nossa ginástica diária. Melhoras? Quem sabe um dia.

Ah! Tô adorando ter te “achado”. Rs.

Um beijo.