domingo, setembro 30, 2007

A cidade e depois os 15

O que acontece é que a cidade é grande demais. Tem gente demais, em todos os cantos, em todos os lugares. Tem sempre alguém por perto. Tem sempre muita gente por perto. Muita gente correndo, muita gente sozinha, que vive sem pensar em muita coisa, ou pensando em muita coisa, mas nada que realmente importa. E quanto mais gente, mais sozinha a gente se sente. Mais sufocada a gente fica. Mais sem sentido a vida parece ser.

--------------------------------------------------------------------------------

E amanhã é o grande dia. A estréia do blog 15 Escritores . A idéia foi da fofa da Ana que um belo dia decidiu juntar 15 pessoas (contando com ela logicamente) para escreverem em um blog. Escreverem suas poesias, seus textos, seus pensamentos e seus sentimentos. E ela conseguiu. Encontrou 14 pessoas que amam escrever e que têm talento para isso (mesmo eu sempre achando que não sou tão boa assim). E depois de tanto tempo, de tanta propaganda, de triagem, de comunidade feita, de apresentação do pessoal, o blog finalmente vai estrear, com um texto da nossa querida "lider" .
Estou ansiosa, orgulhosa e curiosa para ver como vai ser tudo isso. E tomara que seja tão bom quanto eu espero!
Então p/ não esquecer, estréia amanhã dia 01/10, e os meus textos todo dia 15. Mas, sinceramente, se eu fosse vocês visitaria o blog sempre e leria os textos de todos, porque o pessoal escreve muito!

12 comentários:

A Flor do Mal disse...

Oi! Muito real o que vc escreve,acho que temos tem�ticas parecidas, tanto que o seu " quem sou eu" me inspirou! Acho que essa foi uma das frases mais tocantes que j� li...vou escrever sobre e vou us�-la, t�?
Ah e obrigada pelo coment�rio do Eu compro as flores e boa sorte e inspira�o para o 15 escritores!
at�+!

*Aninha* disse...

oie!!
amei o q escreveste pelo blog 15 escritores! Nunca pensei q fosse a líder
rs
e seu texto lah a cima tb está mto bacana.
Bjokas

' Jaya . disse...

Mais do que nunca eu sei o que você tá dizendo aí em cima. E eu já cheguei ao ponto de me acostumar, porque ando meio cansada de lidar com essas coisas. Pelo menos por agora.

E siiiiiiiiiiim, pódeixá que amanhã estaremos lá, assistindo a estréia do blog.

Beijo beijo.
;***

Ana Fernandes disse...

Pooo, que massa, cara!

eu quero ver!

lilian disse...

eu vou ver também =D

citadinokane disse...

Aê mana!
É "nóis" na fita!
Tô lá!
Beijos,
Pedro

lilian disse...

ah, aquilo sobre amor que vc disse pode entrar na lista que eu t� fazendo =P

Scheidex disse...

legal... também to ansioso pra ver o resultado do blog...
=)
até mais...

Jana disse...

É querida é gente de mais...

Beijos

maria renata disse...

Ah, por isso que eu acho que as pessoas não se conhecem, e sim se reconhecem... tipo o Ludov: "foi tão bom te encontrar ali no meio da multidão"...
beijos!

Wallacy disse...

Muito legal o seu texto, acho q a cidade grande, q é tão bem vista pelos outros, tem muita coisa de bom sim, mas carrega consigo os problemas das pequenas cidades. Mas ninguem se importa muito, todo mundo quer é dinheiro...
Vou fazer de tudo pra acompanhar o 15 escritores em todos os seus posts, só tem pessoal de responsa por lah xD

Bjoo

Simplesmente disse...

O que acontece é que a cidade é grande demais. Tem gente demais, em todos os cantos, em todos os lugares. Tem sempre alguém por perto. Tem sempre muita gente por perto. Muita gente correndo, muita gente sozinha, que vive sem pensar em muita coisa, ou pensando em muita coisa, mas nada que realmente importa. E quanto mais gente, mais sozinha a gente se sente. Mais sufocada a gente fica. Mais sem sentido a vida parece ser.



Cidade?

Hum

prefiro ficar assim cá mesmo Observando...

Passa!


Bjokas