sexta-feira, setembro 07, 2007

Confusão e descontrole

Eu sou assim entende?! Tenho medo de tudo. Medo de me magoar e de magoar quem está ao meu redor. Fico na defensiva, porque sei que se relaxar demais as coisas podem perder o controle e a última coisa que eu quero no momento é perder o controle. Gosto de saber onde estou pisando e como devo agir para conseguir o que quero. Não gosto de manipular ninguém, e exatamente por isso que deixo bem claro todas as minhas intenções e como são as coisas. Se não deixei claro p/ você desculpe. Não quis te enganar e acho que disso você está ciente. O mood aí do lado não é p/ fazer bonito não. Eu tô confusa mesmo, já pensei um milhão de vezes que caminho seguir de qual forma agir e por isso que as coisas estão tortas assim. Por isso que a minha grosseria toma forma mais fácil e acabo dizendo coisas que não queria. Pelo meu maldito impulso, com esse desespero de resolver tudo antes da hora certa. Já pensei em sumir do mapa, largar mão de tudo, mas alguma coisa me impede e eu ainda nã descobri o que é. E fica tudo assim suspenso, angustioso, triste e sem rumo. Hoje é uma data meio complicada, e sei que você vai entender porque estou dizendo isso. E amanhã seria um dia lindo se tudo tivesse acontecido como planejei. Mas não adianta fazer grandes planos, ainda mais quando eles não dependem unicamente de você. Mas não adianta também chorar pelo leite derramado como diria minha mãe. Se as coisas aconteceram do jeito que foi deve-se ter um motivo. Qual é esse motivo eu não vou descobrir agora, talvez nunca, só preciso saber o que exatamente fazer. Cansei de escrever sobre isso, cansei de pensar, por hoje acho que quero me esconder debaixo dos livros e fingir que não há nada de errado. Vamos ver o que o tempo nos reserva.

10 comentários:

Bruno Dumont disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruno Dumont disse...

eu sei.
mas na pratica tudo fica mais complicado.
desculpa... mas não da pra fingir q não há algo errado.
eu sinto sua falta, e isso dói demais. principalmente hj...

Primeiro Andar disse...

me ama!
eu preciso de vc...

*Aninha* disse...

Olá,
gostaria de t convidar para participar do blog 15 escritores,
acesse:
www.quinze-escritores.blogspot.com
e saiba como se inscrever
Um abraço
15 escritores

Alice disse...

bah,eu ja nao sou assim!
a impulsividade nao deixa!
e nossos dois modos sao ruins!

.*

' Jaya . disse...

Às vezes fingir é uma válvula de escape, sim. Mas momentânea, apenas momentânea.

Espero que o tempo reserve a você um monte de delícias e resoluções para que seu coração fique em paz, ou então repleto daquela adrelina boa.

Um beeeijo.
:*

-Bom feriadão.

Garota Enxaqueca disse...

Guapa.... olha de fora, olha de fora que é mais fácil... o difícil é conseguir olhar de fora...

Medo todo mundo tem... medo faz parte da natureza animal... O problema é o medo te paralisar...

Buenas suertes!!!

.biba. disse...

foda...
fica bem, querida. é o mais importante!
=*

Simplesmente disse...

Sentir medo é tão natural quanto sentir uma alegria subita

Calma

segura as diferenças

***

E deixa ser oq ue for...

Bjokas

Ana Fernandes disse...

ah.. é assim mesmo. calma.

as vezes eu tbm me sinto perdida nesse mundo de manipulações.
mas acredite, todos nós somos, mesmo sem perceber.

se falou de mais pra alguém só se desculpe com novas atitudes e pronto. =]

(aquela que nem conhece e vai dando conselhos óbvios. ehehe)

*passando pra conhecer novos blogs.