quarta-feira, setembro 03, 2008

Caminhando

Os dias passam rápido demais. O tempo seca, depois molha para secar de novo. O coração ri, depois chora e depois emudece. Parece querer se esquecer e mergulha na rotina prática, que é mais fácil. E o descanso chega, mas não dá para descançar, e logo acaba e tudo começa de novo, em um ciclo confuso e irritante. E o humor muda a cada minuto passado, e a raiva é engolida e dói na garganta. E a vontade é gritar para todo mundo ouvir que isso aqui não tinha que ser assim. Que podia ter sido diferente. Tanta coisa podia ter sido diferente. E a mente dá voltas e voltas em volta dela mesma. E ninguém entende nada.
E as horas passam, e sem saber, sem nem notar a vida passa junto com elas...

9 comentários:

Luh disse...

Flores
O amor é orquídea
Cresce entre mentiras sinceras.
Esperas entrecortam pequenas alegrias.
A gentileza irônica ruboriza.
Orquídeas são quase parasitas independentes.
O isolamento mata.
Ao final, tudo são flores.

Laura Bourdiel disse...

LOlá! Seu texto me fez lembrar de um textinho que escrevi em 2005!

Periódico
Sonhos perdidos ou roubados? Tempo sem luz. Espaço vazio. Vida fragmentada. Palavras sem resposta.
Olhares que perguntam...Por ontém, hoje e amanhã.

É bem isso, com outras palavras... Quem sabe com outro sentido... rs... sei lá amiga... é complicado!

Bill Falcão disse...

Lendo teu post, Manda, lembrei de um trecho de Macbeth:

"A vida é uma história contada por um idiota, cheia de som e fúria, sem nenhum significado."

Bjoooooooo!!!!!!!!!

Andréia disse...

parece que andamos em círculos..rs

Carlos Howes disse...

"Tanta coisa podia ter sido diferente."

E podia mesmo. Mas se nos demais atermos a isso, perdemos tempo demais exatamente no ponto mais brilhante do seu texto:

"sem nem notar a vida passa junto com elas..."


Gostei muito, Amanda. Mesmo.

Nalu disse...

oi moça!
estamos bem sumidas hein?!
apesar do texto, ta td bem c vc né?

beijokass!

ariadne disse...

como eu gosto daqui

^^

Marina C. Lacerda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marina C. Lacerda disse...

Gostei muito do texto.

E vc mesma disse "as horas passam e a vida passa junto com elas", aproveite cada segundo. Arrependimento? sempre terá pelo menos um, isso é a vida. Nem sempre tudo são alegrias, mas as alegrias são tudo.

Um beijo.
Vou te linkar tá? :D