domingo, setembro 14, 2008

Gente grande

Não quero mais ser gente grande. Gente grande tem preocupações demais, responsabilidades demais, chateações e vazios muitos.
Ser gente pequena é ser mais leve. mais tranqüilo, sem precisar ter medos de verdade. Ser gente grande pesa, faz a gente caminhar mais lentamente, faz os olhos quererem fechar o tempo todo, faz a gente ser pequeno, mesmo sendo grande.
Ser gente pequena faz a gente se sentir grande, importante, sempre cheio de idéias mirabolantes que podem salvar o mundo. Gente pequena tem esperança sobrando e tristeza faltando. Gente grande costuma ser o contrário.
Gente pequena costuma ter tempo para as coisas boas, para as pequenas grandes coisas, para cochilos de tarde, sorvete de palito e nuvens em forma de bichos.
Gente grande não tem tempo porque perde uma grande parte dele parado no trânsito, ou fazendo contas, ou resolvendo problemas de outras gentes grandes.
Ser gente grande é chato. E eu já cansei dessa brincadeira.

15 comentários:

Vanessa disse...

E eu concordo plenamente. Ando tao gente grande... que as vezes eh tudo um saco! Vontade de sair correndo, comer kinder ovo, ver sessao da tarde e jogar video game! Bem melhor!

Hoje to vendo todos os blogs, visitando todo mundo... de tao sem tempo que eu ando! Saudadessss Amandaa!!!

beijosss

Bill Falcão disse...

Maravilhoso, Amanda!!! Isso é que é um desabafo de...gente grande!!!
Bjoooooooooooo!!!!!!!!!

Carlos Howes disse...

Amei teu texto, Amanda. Um dos melhores que já li por aqui! Tu devia publicar bastante por aí! =)

Também cansei dessa brincadeira boba de ser gente grande. =P

Anônimo disse...

O mundo me convenceu que isso foi uma epidemia. Mais cedo, mais tarde não vai sobrar ninguém. E esconderam a vacina bem longe, ninguém nem pensa em tratamento:
mais dia, menos dia, vai todo mundo virar criança. Mais dia, menos dia, o mundo vai virar ciranda.

Kyhetha disse...

adoreeei o seu texto!

gente, isso é tudo o que eu sinto nesse momento (de verdade mesmo!)

Natália disse...

Fodaaaa!!! Esse é o texto seu que mais gostei! Posso publicar ele no meu blog qdo eu fizer? Coloco teus créditos... Ele vai ser só de textos curtos, e nem sempre meus...

Adorei adorei!!

E eu tb cansei dessa brincadeira...

Bjos

berinjelinha disse...

I'm back

tb não to mais a fim de ser gente grande, vamos pra terra do nunca?


=****

Laura Bourdiel disse...

Na infência lembro de desfrutar do tempo comendo doces, sonhando que tudo era tão fácil com abrir uma caixa e encontrar os segredos das borboletas. Porque para uma criança não há nada mais divertido do que acreditar em suas próprias mentiras. Na adolescência decidi, que apesar de ser difícil acreditar, eu continuaria contando libélulas azuis antes que o mundo começasse a submergir em algo que eu não fosse capaz de pronunciar. Agora, com alguns anos a mais de existência, tento recordar essas emoções tão simples. É dificil crescer!

Luh disse...

é! gente grande é chato.
tmb cansei..
gente grande é mau humorado e egoista..não gosto de gente grande.

Enxaqueca disse...

Se pode assinar embaixo do post?

Saudades, guapa...

Besos!

Glau Ribeiro disse...

Ei Amanda,

Que texto gostoso de ler.

E dá sim, viu! Vontades constantes de parar com a brincadeira de ser gente grande e tentar voltar a ser pequena em toda sua plenitude.

Ja escrevi sobre isso também. Porque tem hora q a brincadeira cansa muito, desgasta tanto e faz um mal pra gente né?

Mas ai eu penso: A brincadeira não pode mais parar. Ou escolho passar a vida tentando fazer a brincadeira voltar aos velhos e bons tempos ou desejando muito que isso aconteça, ou faço desse tempo, outros tempos bons.

Faça essa escolha. Escolha fazer da sua vida a brincadeira mais gostosa. Como aquela que dá saudade.

Não é porque ficamos "grandes" que temos que esquecer e parar de ser "pequenos".

Bjs!

p.s.: lindo blog!

Átila Siqueira. disse...

Concordo plenamente contigo. Ser gente grande é muito difícil, e nunca temos tempo para as coisas boas. É como tu disseste, gente pequena tem mais esperança sobrando e tristeza faltando.

Às vezes eu gostaria de ser gente pequena, e de nunca ter crescido.

Entendo muito bem esse seu sentimento.

Seu blog continua lindo. Parabéns.

Um grande abraço,
Átila Siqueira.

julio de castro disse...

ah, cansei disso também.
agora quero beber um copão de "guaraná de uva".

beijão

Nathália Del Rey disse...

parabéns pelo belo texto!..
ai, ai... essa vida d gente grande...

Fee disse...

além disso gente grande é má... quer ensinar medo à gente pequena:
"não suba aí"
"não corra assim"
"olha, olha... vc vai morrer"

gente pequena é tão valente!!
gente grande, não...