quinta-feira, novembro 27, 2008

Simples assim

Eu gosto de chuva de madrugada, e do barulho que ela faz na minha janela enquanto durmo. E gosto do cheiro que sobe da terra quando a água bate no chão. E de uma porção de coisas pequenininhas, que muita gente nem vê, nem presta atenção. Gosto de textos compridos, doloridos escritos com coração e alma, daqueles que quando você lê sente uma vontade de morrer, porque se sente ou já se sentiu daquele jeito. E é assim com as músicas também.
Quando junta coisa demais numa vida só a gente começa a prestar mais atenção aos detalhes. Porque coisa demais para se pensar, para se decidir, para sentir deixa as coisas mais lentas, um pouco pesadas, apesar de não necessariamente ruins. Só é preciso se acostumar à nova situação. Saber acompanhar o fluxo para não se perder no meio do caminho.
Um pôr-do-sol bonito, uma mensagem inesperada, um cheiro que lembra infância... Tudo que pode tornar essa vida cheia de coisa um pouco mais sútil. Um pouco mais fácil de se levar.

10 comentários:

Anne Karoline disse...

Amanda adorei o texto...eu sou assim também adoro essas coisinhas simples.
;)

Fee disse...

Ah, Amanda, eu dormi com o barulhinho da chuva no meu quintal. E dava pra ver as gotas escorrendo pelo vidro da janela, imitando as nuvens que parecem "tripinhas" no céu em dias ensolarados. Também amo o cheiro da terra molhada e eu sempre lembro da cor vermelha, não sei pq. Você também tem a sensação de que complica demais a vida, qdo se vê tão frágil à coisas tão simples?

Adorei o texto!

Ah, aquela é a tatuagem da Ray. É o nome da filhinha dela. Alícia.

Beijo :o)

Natália disse...

Xiiii, já ta no clima já!
rs

Bjos!

Luh disse...

Adoro quando chove...e do cheiro de terra molhada (ou seria poeira), e de olhar pro quintal e ver como tudo fica mais verdinho e mais bonito!!!

Jaya disse...

Engraçado que postei algo no mesmo sentido, Manda. (:

Mas agora eu quero falar o seguinte. Acabei de saber que Mallu Magalhães e Marcelo Camelo estão NAMORANDO! Como assiiiiiiiiiiiiiim? Caran, eu vou espancar aquela pirralha! Hahaha.

¬¬

Beijos enfezados.

Ray disse...

Ow concordo com este ser chamado Jaya - to zuando - , como assim a Mallu e o Macelo??? ele era só meu e da Luh e da Fee! aquela safaaaada! rs...

Comentando o seu texto:
A vida ñ é díficil não, a gente é, a gente faz dela assim... chuva é bom, massagem é bom, ler textos e ouvir música tbm... só por isso a vida já tá fácil pra mim... não?

Beeijo!

Vanessa. disse...

Adorei o texto, de verdade!!

Maria Renata disse...

Aquele velho e bom papo Alta Fidelidade: eu sofria pq ouvia música pop, ou ouvia música pop pq sofria? Vc pode estar sofrendo, pode estar feliz, não interessa, sempre haverá uma música. Algumas a gente enterra pq não quer mais ouvir, outras a gente ouve pq nos remete a algo mto bom, e tem as que a gente ouve a vida inteira e que já faz parte da nossa história. Acho que esse é um dos lances que eu mais gosto na vida, além de dormir com chuvinha, claro!
beijos!

Carlos Howes disse...

Acho que é bem por aí, Amanda. Às vezes nosso corpo e nossa mente não suporta bemo fluxo de pensamentos, sentimentos, informações, coisas, responsabilidades são colocados sobre nós diariamente. Às vezes é melhor parar, dar uma respirada.

Curtir as boas coisas.... Uma chuva, um por-do-sol, um sono, um café... È bom.

Bill Falcão disse...

Amanda Bia nos seus melhores momentos!
Bjooooooooooo!!!!!!!!!