domingo, junho 15, 2008

O que fazer?

O que você faz quando cada coisa que se pensa traz uma tristeza absurda? Quando mesmo pensando em coisas que possam ser boas você não consegue se animar nem um pouquinho? Quando todos os dias sem exceção tem cara de domingo à noite? Quando você faz as tuas coisas sem pensar, no piloto automático de tão acostumada que está mas sem sentir nenhum prazer ou enfado? Quando você pensa em todas as coisas diferentes que poderia fazer p/ se distrair e nenhuma delas te atrai? Quando você não tem vontade de ver ninguém, nem falar com ninguém, mas ficar sozinha no quarto também angustia? Quando dormir e ler já não são suficientes para esquecer os tormentos da vida real? Quando você começa a fazer uma lista mentalmente de todas as formas de suícidio, mas sabe que é à tôa, porque jamais teria coragem para tal e mesmo assim se sente um lixo porque nem p/ isso você tem coragem?
O que você faz quando todos os dias ficam iguais, sem gosto, sem cheiro, sem nada? O que se pode fazer?...

8 comentários:

Kamilla Barcelos disse...

Amanda vc arrasou com esse texto!
Ele tem mta a ver comigo tb... Tudo isso q vc já descreveu eu tb já passei por isso!

Anônimo disse...

Nossa... é muito ruim esse tipo de coisa... Sei exatamente do que vc esta falando... o mundo fica meio cinza... sei lá...
Espero que melhore logo!


p.s.: gosto bastante de acompanhar o teu blog!

Natália disse...

O que fazer? Como alguém que nunca passou por isso pode responder tal questão? Minha esperança é que vc mais tarde possa responde-la para outras pessoas que tb estariam passando por essa fase.

Bjus

Kyhetha disse...

hum, bem, sente-se e espere passar.

é o máximo que você pode fazer. Nada do que você faça poderá mudar isso, é apenas uma fase. acredite, experiência própria!

ellen disse...

me responde porque eu tbm nao sei o qe fazer =/

Rainha dos Raios de Sol disse...

Romper com a rotina. Ao buscar novos horizontes você encontrará as cores que estão faltando em sua vida.

Geralmente é nosso posicionamento diante do mundo que produz as frustrações.

Pinte seu mundo com as cores que emanam de você, e de sua alma artista.

Bill Falcão disse...

Lendo teu post, minha sofrida Amanda, fui me lembrando de "A Náusea", de Jean Paul Sartre.
E, pra responder tua questão, me lembrei do filme "Feitiço do Tempo".
Já viu?
Bjooooooooooooo!!!!!!!!!!

Carlos Howes disse...

Acho que infelizmente não há uma receita mágica para lidar com a tristeza e solidão, pois se houvesse, não haveria dor para ninguém. Creio que cada um acha à sua maneira, em algum momento a sua fonte de força, e alegria.

Desejo-lhe tudo de bom, minha amiga.

=*