domingo, outubro 26, 2008

A Cabana

Outro dia terminei de ler A Cabana do William P. Young. O livro conta a história de um cara que tem a filha mais nova violentamente assassinada e então surge a questão: Se Deus é tão bom e está em todo lugar, por que deixa que coisas ruins aconteçam com a gente? Por que ele não evita o nosso sofrimento? No livro, Deus em pessoa explica toda a sua intervenção ou a falta dela no mundo e na vida das pessoas. Certas coisas são meio viajantes, mas outras fazem sentido, pelo menos serve de consolo para quem acha que Deus, se realmente existir, não está nem aí para nós. Faz as coisas por aqui parecerem mais fáceis de serem aceitadas. Achei o livro muito interessante, e apesar de parecer não tem aquele jeitão de auto-ajuda que eu não suporto. Também fala sobre relacionamento e como devemos considerar um relacionamento, independente do tpo que for. Ele não é dos mais caros, não é tão grande, e a leitura é fácil. Quem tiver um tempinho e uma graninha compre e leiam. Acho que não vão se arrepender.
Desculpem a demora em postar e aparecer. Tenho estado muuuuuiiitoooo ocupada ultimamente, sem tempo para pensar em quê escrever.

13 comentários:

Kyhetha disse...

valeu a dica!

Li um livro parecido, onde um ajo fala com uma menina que está morrendo sobre os segredos de deus e da vida. muito bom tbm! (através do espelho)

Luh disse...

Ué..acho q já lí Atraves do Espelho, ele é do autor do Mundo de Sofia. Esses livros são sempre legais..
É uma pena que livro no brasil é tão caro.

ahh..ele voltou pra casa dele..no outro dia. Quase tive um ataque nervoso e mandei um sms bem mau! não quero mais saber dele.

Carlos Howes disse...

Interessante, Amanda.

Abraço.

Fee disse...

Vc é a primeira pessoa que diz que esse não é um livro de cunho "auto-ajudador". Eu deteeeesto livros de auto-ajuda, se permitissem eu mataria todos os escritores desse tipo de livros.

Mas, deixando de lado a rebeldia, já q vc disse que não é um livro de auto-ajuda (confesso que nunca tive o interesse de ler nem a orelha), vou dar uma passadinha na livraria qualquer dia desses e ver de qual é a desse livro... rsrs

Mas, na verdade, eu só vim dizer:
Que saudade!

Beijos

Karine disse...

Gostei da dica. Vou procurar. Grande bj!

Bill Falcão disse...

Também li uma crítica favorável recentemente, Manda! Mas, sou "meio nervoso" com essas coisas de religião e etc...

E veja que engraçado: vim aqui pra te dizer que tô num sufoco danado, tenho que fazer um livro em duas semanas (!!!), além de uma revista, pensando que tinha perdido pelo menos uns dez posts seus, o que, pra mim, é imperdoável! E me deparo com você dizendo a mesma coisa hehehe!!!! Falta de tempo! E só "perdi" UM post! Que acabo de recuperar hahaha!!!
E não esqueci aquele "questionário" não, OK? É que tô igual a você pelas próximas duas semanas, beleza?
E um bjooooooooooooo!!!!!!!!!!!

Natália disse...

Sujestão anotada! Vou começar a ler aquile livro que vc me deu!

Bjos!

julio de castro disse...

hum...

Laura Bourdiel disse...

Obrigada pela dica! Vou procurar ler.
¡besitos!

O Profeta disse...

A Lua sangra no celeste
Aprisionada está a razão
Olhos sem a virtude da luz
Uma fria pedra no coração

Um banco de jardim
É leito do rei da sarjeta
Almofada de encardido cartão
Acomoda esta carcaça inquieta


Convido-te a conhecer um Rei mendigo


Mágico beijo

Maria Renata disse...

polêmico! o diálogo deve ser curioso, no mínimo!
beijos!

Biα e Kαh disse...

Que coincidência, achei teu blog por aí, e acabei de chegar de uma viagem que fiz à BH, e compre esse livro lá. :) Não sei, ele me chamou a atenção.
Ainda não li, mas pelo que você escreveu ele parece ser muito interessante.
Beijos
Adorei o blog, sempre que puder eu volto.
=*

J.Anne KuntzT. disse...

Kurt Halsey! Tb gosto rs...
Muito bom o blog...