domingo, julho 03, 2011

Dias cinzentos

Tem dia que a gente acorda sem a menor vontade de sair da cama. Que a única vontade que vem e a vontade de fazer nada. De ficar ali deitada olhando para o teto, tentando apagar qualquer pensamento que venha ocupar a mente. O ânimo se esconde debaixo da cama e não sai de lá por nada, e a gente não sabe o que fazer para tirar ele de lá.
E a vida fica passando lá fora. Com seus sons, seus cheiros, seu peso. Batendo nas portas e janelas, te fazendo lembrar que ela existe e que não vai parar enquanto você não se levantar e der atenção a ela. E você sabe que se ignorá-la vai ser pior, pois quanto mais você faz isso mais ela aparece, mais te questiona, e menos você quer discutir com ela. E se arrasta da cama, e tenta se animar com as pequenas coisas que ainda fazem efeito. Como um cachorro pedindo carinho, ou uma comida gostosa.
Coisas que normalmente te fariam sorrir de novo. Mas que por algum motivo não faz muito efeito de vez em quando. E você continua querendo não sair da cama. Por nada. Por ninguém...

3 comentários:

Hugo de Oliveira disse...

o meu dia foi assim hoje...até expressei isso em blog.

abraços

... disse...

Temos que nos permitir nõa estar bem as vezes, mas o mundo não para enquanto vc pensa, o sol mesmo solitario sempre brilha no dia seguinte, então as vezes precisamos acordar e perceber que a vida esta passando muito rapido e ficar parado tentando entender as causas das coisas é um dia a menos em que vc pode aproveitar para ser feliz!

Espero que esteja melhor!!!

Eu Hein Natasha disse...

meus dias têm sido assim, até peso perdi, e ganhei peso d'alma.